Postagens populares

quinta-feira, 23 de junho de 2011

FOLHA SECA

Ao lembrar-me do calor do teu corpo.
Nos meus lábios o sabor dos teus.
Viver sem o aconchego do seu colo.
E como se para mim, o mundo se perdeu.

Ao ouvir no silencio o gotejar se minhas lagrimas
E pressentir a solidão, apoderar-se do meu eu.
E como uma folha seca pelo caminho largado.
Seguirei nesta busca deste amor que foi meu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário