Postagens populares

domingo, 7 de novembro de 2010

VOCE



A incontrolável passagem do tempo.
Que nos revela as imputabilidades.
A dor, pois com lucidez, vemos as perdas.
Que nos torna peregrinos, a mercê da saudade.

Mas contra todas as teorias, desfazendo afirmação.
Que nos revela com tempo vencido desprovido de emoção.
Revive todos os sentidos, a alma e o coração.
Quando sua imagem surge, emergindo da multidão



Nenhum comentário:

Postar um comentário